5 dicas infalíveis para aumentar a taxa de abertura dos seus e-mails marketing

Empresas que utilizam estratégias de comunicação bem estruturadas sabem a importância de analisar resultados, métricas, KPIs e levá-los em conta na hora de produzir as campanhas.

Quando se trata de e-mail marketing, muitas empresas são fiéis a esse tipo de estratégia, um dos motivos disso é o bom ROI que ele oferece. Segundo a Econsultancy, três quartos das empresas concordam que o e-mail marketing oferece de um “excelente” a um “bom” ROI.

Dentro dos e-mails são diversas as métricas que podem ser analisadas e cada uma delas pode dizer muito sobre a qualidade do trabalho que sua empresa vem exercendo.

Taxas de conversões e de cliques normalmente são consideradas pelas empresas um pouco menos experientes as mais importantes. Mas de nada adianta uma boa taxa de conversão, se o alcance da sua proposta é diminuído por uma taxa de abertura baixa.

Dentre todas as métricas, a de abertura provavelmente é uma das mais fáceis de entender. Ela diz simplesmente sobre quantas pessoas que receberam seu e-mail, o abriram para saber mais sobre o conteúdo. Isso pode ser um indício de quanta atenção sua mensagem chamou e quão interessante ela foi para o seu público.

Se sua empresa tem sucesso em outras taxas, por que não otimizar suas estratégias ao aumentar também sua taxa de abertura?

 

Para seu empreendimento ter um resultado ainda mais sensacional, separamos 5 dicas infalíveis para melhorar sua taxa de abertura e decolar nas estratégias de e-mail marketing. Confira!

 

#1 – Seus títulos são sua porta de entrada!

Não deixe para pensar nos títulos de seus e-mails marketing por último, se permita gastar um tempo pensando sobre eles. Um bom título pode diferenciar sua mensagem de ir para a lixeira ou ser lida e gerar conversões.

Quanto melhor e mais atrativo for seu título, maior a chance de sucesso tem seu e-mail. Pense assim: você clicaria em uma mensagem com um título que não chamasse sua atenção? Provavelmente sua resposta foi não, e é assim para muitas pessoas também.

Procure utilizar palavras no título que deixem claro para o consumidor sobre o benefício que ele vai ter ao abrir seu e-mail. Se for uma mensagem promocional, deixe o apelo aparecer no título, se for de conteúdo, traga o sentimento de curiosidade, desejo e urgência.

Seja direto, claro e mostre o benefício da oferta de uma maneira que o cliente queira realmente abrir o conteúdo.

 

#2 – Personalização gera intimidade

Ao personalizar os e-mails com o nome do cliente no assunto, sua empresa pode ter muito mais sucesso. Segundo pesquisas da Statista, e-mails com mensagens personalizadas possuem taxas de abertura 6,2% melhores do que aqueles sem o nome do cliente.

Ao colocar o nome do destinatário no assunto, sua empresa cria uma relação mais íntima com os clientes, afinal, todos gostam de tratamentos especiais.

Se formos considerar ainda a atual era da informação onde por vezes nosso atendimento é feito por robôs, automatizações e outros meios, é um ponto muito interessante sua empresa ter um ar mais humano com essa personalização.

Mas se você está pensando que isso é muito trabalhoso, calma! Há ferramentas de automatização como o RD Station, Mail Chimp e outras que permitem essa personalização de maneira automatizada. 43,9% das empresas que utilizam o e-mail marketing também utilizam alguma ferramenta de automação de marketing e conseguem gerar 3,7 vezes mais leads por utilizá-la.

 

#3 – Envie as mensagens certas para as pessoas certas

Já imaginou traçar toda uma estratégia, pensar nos títulos, no conteúdo do e-mail, personalizar a mensagem e estar falando com pessoas que não se interessam pelo assunto que você está abordando? Isso seria no mínimo frustrante e ainda diminuíra as taxas de sua campanha.

Justamente para que esse cenário não ocorra é que se utiliza a segmentação de listas de contatos. Segmentando, sua empresa pode filtrar muito melhor para quem envia cada tipo de mensagem.

Se um cliente se cadastrou como contato através de produto X, você pode presumir que esse mesmo usuário possui interesse em produtos semelhantes ou quem sabe em descontos para esse produto.

É possível segmentar pelo estado onde a pessoa mora, cidade, idade, profissão, enfim… as possibilidades são imensas! E tudo isso depende simplesmente de qual estratégia de segmentação sua empresa deseja fazer.

 

#4 – Teste, teste, teste!

Faça testes para determinar a melhor versão de mensagem para enviar aos seus clientes. Teste horários, títulos, de formatação de conteúdo de botões chamando para ações (CTAs), tudo!

Não tenha medo de testar e muito menos preguiça. Saiba que entender quais tipos de mensagens funcionam melhor para o seu público, pode ajudar muito na hora de produzir novas estratégias e ter sucesso nelas.

Os testes A/B podem ajudar muito sua empresa a entender quais títulos chamam mais atenção, que tipo de formatação, que tipo de CTAs funcionam melhor e muito mais. Se você souber o que dá mais resultado, o que chama mais atenção e como seus clientes se comportam com cada tipo de mensagem, as taxas de sua campanha tenderão a melhorar constantemente.

 

#5 – Um conteúdo com potencial

Garanta que o conteúdo de seu e-mail cumpra com toda a expectativa proposta no título. Assim como no assunto, seu texto deve ser direto, claro e atraente. Deixe claro o benefício que o leitor ganha ao clicar em um botão, o convença a fazer a conversão.

Neste momento o layout e formatação da mensagem importam muito, conteúdos lotados de informações acabam não sendo efetivos, deixe o conteúdo com apelo visual. Os botões chamando para a ação devem ser visíveis, quanto mais fácil para o leitor, melhor para você.

Por meio da segmentação e testes feitos anteriormente, seu conteúdo provavelmente tem muitas chances de ser bem-sucedido, não perca a oportunidade agora. Como você já sabe para quem está enviando, no que essas pessoas se interessam e o que chama mais atenção, use isso em seu favor.

Não esqueça: se seu conteúdo não for bom, sua taxa de abertura futura pode estar comprometida, então capriche!

 

É importante você saber que aplicar essas dicas em conjunto torna muito mais fácil o sucesso de sua empresa. Torne seu e-mail marketing potente, una as informações em um conteúdo bem estruturado e pensado estrategicamente para gerar bons resultados.

Se sua empresa conseguir que seu cliente abra seu e-mail, suas chances de conversão aumentam muito. Otimizar a taxa de abertura, é otimizar a campanha como um todo, e aplicar essas dicas para atingir o caminho do sucesso é uma estratégia infalível!

 

 

O que você achou de nossas dicas? Quais outras otimizações você usa em sua empresa? Conte nos comentários!

 

Saiba mais sobre o mundo do Marketing Digital. Continue nos acompanhando nas redes sociais e aqui no blog! 😉

Compartilhe este post:
Está sentindo o cheirinho? Venha tomar um café com a gente,

Entre em contato