A importância de anunciar exatamente o que se vende

Vender bem é o sonho de qualquer empresa. Seja aquela mini empresa que atua apenas no bairro, ou daquela multinacional que está em todos os lugares, vender é sempre pelo menos um dos objetivos principais. Afinal, sem vendas, sem dinheiro.

Porém, vender da forma correta os produtos certos faz toda a diferença em qualquer empresa que queira um sucesso concreto e com resultados escalonáveis e cada vez melhores.

Anunciar aquilo que realmente é vendido é com certeza uma das chaves que sua empresa não irá querer ignorar. Ser realista e fiel à qualidade, funcionalidade e empregabilidade de seus produtos e serviços na vida dos consumidores é essencial para não acabar vendendo gato por lebre e causar atrito com seus clientes.

Mas por que é preciso cuidado?

Imagine que você está procurando e pesquisando o melhor carro para comprar. De repente, você encontra um automóvel sendo anunciado. Ele é exatamente do modelo que você desejava, com todas as coisas que sempre foram seu desejo. Você se empolga, fica muito feliz com a possibilidade de andar com aquele carrão, e claro, vai na concessionária, conhece o carro ao vivo, e faz a compra!

Quando você vai buscar sua nova aquisição depois da revisão gratuita, percebe que foram retirados os vidros elétricos, os airbags, que não tem mais rádio e o step precisa ser comprado avulso. Decepcionante e revoltante, não? É o mesmo com um cliente que compra algo que não o satisfaz ou que não foi aquilo que foi anunciado!

Se sua empresa comunica algo como sendo a solução mais eficiente que já existiu, que não possui nenhuma falha, e seu cliente compra e não fica satisfeito, você terá um problemão.

Por isso é tão importante anunciar exatamente o que seu produto ou serviço é e oferece. Usar adjetivos, argumentos que façam o público desejar a compra está tudo bem, e é até esperado. O problema é quando o cliente adquire algo que foi anunciado com uma qualidade superior ao que o produto realmente apresenta, ou simplesmente não supre a expectativa e gera uma decepção para o usuário.

Mesmo que a satisfação do cliente seja ignorada, aqui ainda temos um outro ponto importante para anunciar o produto da forma correta, sem supervalorizar de uma maneira exagerada. Seus argumentos de venda podem melhorar e muito! E claro, você se blinda de problemas futuros!

Cliente satisfeito hoje é cliente que indica amanhã

Como já falamos algumas vezes aqui, ouvir e entender seu cliente é essencial para que sua empresa tenha sucesso, ainda mais no momento de marketing em que estamos vivendo.

Priorizar o que seu cliente pensa sobre seu produto é o verdadeiro segredo para que ele esteja satisfeito com aquilo que adquire de sua empresa e para que você continue fazendo parte do leque de empresas que ele consome e admira.

Provavelmente você já deve ter presenciado ou até mesmo vivenciado casos onde os clientes não ficaram satisfeitos com o que foi consumido, e reclamaram em redes sociais. Imagine o quanto um passo em falso pode ser prejudicial para sua empresa?!

Por isso a importância de ser leal no momento de anunciar sua marca, pensando muito bem no que o cliente irá interpretar e se ele ficará contente com o que é oferecido. Até porquê um cliente satisfeito é um cliente com muito potencial de indicar sua marca e ser um verdadeiro embaixador do seu trabalho.

Em uma pesquisa da Wharton School of Business, foi mostrado que um cliente que foi indicado por outro tende a ter um custo de aquisição muito menor e maior possibilidade de fidelização. E mais! Ele possui um ciclo de vida (Life Time Value) 16% maior para sua empresa.

Ser bem falado no mercado aumenta suas chances de vender mais. O boca a boca foi apontado pela Mckinsey como o principal fator por trás de 20 a 50% das decisões de compra.

Agora, outro dado muito bacana para te convencer de vez a deixar todos os clientes satisfeitos é que 83% dessas pessoas estão dispostas a indicar e recomendar seu trabalho, falando para em média 3 pessoas sobre a experiência positiva que tiveram. Enquanto os clientes insatisfeitos costumam comentar sua vivência negativa à até 11 pessoas!

Coloque a mão na massa!

Comece a analisar sua comunicação e sempre tente adequar o que você vende com o que você comunica. Uma boa dica é também sempre se perguntar “e se”, se indagando sobre o que poderia ser interpretado errado e causar problemas para sua empresa.

Invista em oferecer um serviço ou produto que sejam relevantes para os clientes, detalhes que o façam ter ótimas experiências a ponto de te indicar aos amigos. Produtos bons, que valorizam uma entrega bem feita, com detalhes que podem ser instagramáveis pelos usuários também fazem com que sua empresa seja mais conhecida, pela indicação quase sem pensar por parte do público.

Busque sempre ser bom o suficiente para que seus clientes desejem que outras pessoas tenham experiências tão positivas quanto às deles!

Quer saber mais sobre o mundo do Marketing Digital? Nos acompanhe no blog e pelas redes sociais! 😉

Compartilhe este post:
Está sentindo o cheirinho? Venha tomar um café com a gente,

Entre em contato