Conheça os streamings Disney e Warner DC

O mundo dos streamings não para de crescer e com certeza possui sempre novidades que podem agradar muito o público. Os streamings, que nasceram na década de 90, pela empresa Progressive Networking, criando o Real Audio, hoje vem ganhando cada vez mais o mundo.

A ferramenta de streaming consiste basicamente na transmissão contínua, distribuindo materiais digitais em formato de vídeo ou áudio. Para acessar esses conteúdos não é necessário baixa-lo, assim não ocupando espaço do disco rígido dos computadores, utilizando apenas um armazenamento temporário.

Plataformas de streaming como Netflix e Spotify são muito famosas e muito utilizadas por um número muito consistente de pessoas. A primeira apresenta aproximadamente 118,9 milhões de assinantes, e a segunda, 170 milhões de usuários ativos por mês.

Vendo o grande sucesso dessas formas de oferecer conteúdo, gigantes do mercado de produção já anunciaram o lançamento de plataformas para competirem principalmente com o Netflix. Como é o caso da Disney e também da Warner.

Além do interesse surgir a partir da grande quantidade de acessos, o mercado tradicional da TV vem perdendo audiência para esse tipo de plataforma. A facilidade dos streamings fez com que a TV perdesse alguns usuários, por isso, Disney e Warner estão se colocando nesse ambiente para disputar a competitividade do mercado.

 

Streaming da Disney

O Play Disney, como vem sendo chamado, foi anunciado por Bob Iger, CEO da Disney, durante esse ano, com data de lançamento prevista para a metade final de 2019.

Nessa plataforma, a Disney promete ser mais barata que o Netflix e com muitas opções de conteúdos para seus assinantes.  Os que ganham maior destaque são a série de Star Wars, feita por Jon Favreau, com um montante investido de US$100 milhões por temporada, um remake de A Dama e o Vagabundo e um spin-off de Monstros S.A.

Monstros S.A. e High School Musical também contam com um investimento alto, girando em torno de US$25 milhões até US$35 milhões. Também serão colocados no streaming filmes originais com custos de US$20 milhões até US$60 milhões.

Muppets, algumas séries da Marvel que ainda não foram descritas, e remakes de Peter Pan, A Espada Era a Lei, Três Solteirões e um Bebê e outros conteúdos também estão inclusos no plano da Disney.

A plataforma conta ainda com o acordo com a Fox para inserir conteúdos de esportes da Fox Sports, documentários e programas da National Geographic, séries da FX e até filmes artísticos da Fox Searchlight.

 

Streaming da Warner

Já em 2017, logo após emplacar várias séries de TV de sucesso, como Arrow e Flash, a Warner anunciou a criação de seu streaming dedicado ao universo de heróis da DC Entertainment.

A plataforma vai contar com uma série dos Titãs, que estava em produção pelo canal TNT e que, após vários anos engavetada, acabou sendo cancelada. Adaptando os quadrinhos de 60 e 80, a produção executiva será de Greg Berlanti e Akiva Goldsman, com participação criativa de alguns dos principais nomes da DC, como Geoff Johns e Sarah Schechter.

Além disso, o streaming contará com a terceira temporada de Justiça Jovem, com uma nova fase se chamando Young Justice: Outsiders. Demais séries como Arrow, Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl também estarão presentes, assim como programas já cancelados como Preacher, Powerless, Constantine, Gotham, Smalville, Birds of Prey e até mesmo a série clássica Batman, dos anos 60, e Superman, de 1990.

Os desenhos animados incluem Batman, Superman, Liga da Justiça, Superamigos e Jovens Titãs.

Nesse ano, a Warner Bros. aproveitou o trailer da atração de estreia de “Titans”, para revelar os preços do WarnerMedia, como vem sendo chamado. O contrato anual sai por US$74,99 (em média R$290), devendo ser lançado primeiramente nos Estados Unidos, no fim de 2019.

 

Esses lançamentos prometem ser uma grande novidade do mercado e angariar diversos usuários interessados no universo dos heróis e também no universo Disney. Com grandes planos, ambos os streamings oferecem muitas oportunidades para todos os apaixonados por este tipo de plataforma.

2019 promete ser um ano de muitas novidades e quem sabe até algumas competições saudáveis entre as plataformas de streamings. O que se sabe desde já é que o Netflix terá concorrentes que possuem muita força, mas serão essas novidades suficientes para desbancar o queridinho dos streamings de audiovisual?

O que você acha? Conta para a gente nos comentários!

 

Quer ficar por dentro do mundo do Marketing Digital? Nos acompanhe pelo blog e pelas redes sociais e não perca nada! 😉

Compartilhe este post:
Está sentindo o cheirinho? Venha tomar um café com a gente,

Entre em contato