“E se”: perguntas a se fazer sobre sua campanha de marketing

Ter campanhas bem-sucedidas e que gerem muito retorno para a empresa, é o que todo mundo quer, certo? Mas, atingir este ponto de sucesso pode representar um grande desafio para muitas pessoas, afinal, é necessário um bom planejamento, uma boa estratégia, uma boa execução, e claro, muito jogo de cintura.

Para que sua campanha tenha sucesso do início ao fim, gerando renda para sua empresa, trazendo mais clientes e estabelecendo um nível de satisfação para seus clientes, é necessário pensar cuidadosamente sobre ela. Fazer as perguntas certas, nos momentos certos pode traçar o caminho de sua empresa para o acerto ou erro.

Cada escolha realizada por seu empreendimento tem um resultado, e a soma de suas escolhas é o que corresponde ao sucesso que você atingirá. Por isto, é tão importante se perguntar todos os “e se” que podem ajudar sua marca, até porque uma dessas perguntas pode ser a que fará total diferença no momento de atingir seus objetivos.

A criatividade envolvida no processo de se perguntar “e se” também é muito importante para sua empresa. Pensar em inovar e ter novos caminhos para encarar seu problema e encontrar uma solução é fundamental para o crescimento de sua empresa e de sua equipe, afinal, pessoas que se questionam e ousam mudar o modus operandi, são pessoas inovadoras.

Mas, quais perguntas fazer? O que realmente pode trazer benefícios para sua empresa? Separamos alguns “e se” que podem ser ótimos para sua empresa e seu sucesso. Dá uma conferida! 😉

#1 – “E se” seu público estiver errado?

Muitas empresas passam por um processo onde acreditam que seu público apresenta determinado perfil, mas não estão tendo muito sucesso na estratégia.

Se este é seu caso, calma, que tudo tem remédio! Decidir o público com certeza é uma das partes mais importantes de todo o processo, justamente porque se o público estiver errado, todas as ações planejadas podem ser afetadas.

Faça pesquisas, analise o seu público, entenda realmente o que ele faz, produza personas  consistentes e que condizem com o real. Se pergunte sempre coisas como: e se esse não for meu público? E se essa persona não for a correta? E se essas não forem as necessidades do meu público?

E o mais importante de tudo: utilize essas dúvidas e possibilidades para nortear pesquisas, análises, para que tudo que você faça seja baseado em dados e fatos. Aí assim, fica muito difícil de errar!

#2 – “E se” esta estratégia de rede não for a ideal?

Ter a certeza de que o caminho que está sendo trilhado é o correto e que a linha de chegada que você deseja é uma consequência desta jornada é fundamental. Se pergunte se as redes sociais  que sua empresa utiliza são as que realmente tem mais afinidade com seu público. Pesquise informações secundárias, que já estão disponíveis no mercado, mas também analise seus resultados , qual rede tem fornecido mais resultado.

Olhe com atenção o que seus usuários estão curtindo nas suas redes, em que horário eles são mais ativos, e lembre-se que não tem nada de errado em considerar fazer uma pesquisa com essas pessoas!

Saber que você está utilizando toda a potencialidade de suas redes é importante, só assim você poderá ter sempre a melhor versão da comunicação de sua empresa.

#3 – “E se” fizermos outro caminho para atingir os objetivos?

A meta já está estabelecida. Sua empresa provavelmente já sabe quais os objetivos que se tem, se as vendas são o principal foco, ou a fidelização de clientes, ou a angariação de um novo público.

Mas, no Marketing Digital existem diversas formas de atingir seus objetivos empresariais.

Sua empresa precisa encontrar o caminho ideal para fazer com que as campanhas de marketing sejam bem-sucedidas, e isto pode acontecer de diversas formas. Procure sempre pensar em todas as possibilidades de estratégias para atingir seu objetivo, entenda quais são eles, reflita sobre qual é melhor e tente.

Caso você venha adotando um caminho e desejar mudar de direção para tentar um resultado melhor, não hesite, ter jogo de cintura para alterar sua rota faz parte do processo do Marketing Digital.

Ficar apenas no que já é seguro e conhecido é a receita perfeita para não tirar sua empresa do lugar. Para ter sucesso, às vezes é preciso fazer diferente. Mas claro, sempre com base em dados e fatos.

#4 – “E se” fizermos diferente?

Com uma era de marketing onde cada vez mais os clientes estão exigentes e procurando soluções que se encaixam mais com suas necessidades, é preciso sempre estar em busca de diferenciais para o público.

Como já dissemos em outros conteúdos, atendimento eficiente e cumprimento de prazos não são mais diferenciais, é preciso fazer mais para se destacar entre seus concorrentes, sua empresa precisa impactar positivamente e gerar lembrança.

Um caso muito bacana de como foi utilizado uma forma inovar na comunicação foi o da Skol, com o não lançamento de uma Skol Puro Malte, como você pode conferir no vídeo:

#5 – “E se” isso der problema?

Aqui entramos em um tópico que é particularmente um dos mais importantes, mas que menos recebe atenção.

Vemos diversos casos com o passar dos anos de campanhas de marketing onde o tiro sai pela culatra, e na verdade acabam por trazer uma imagem totalmente negativa para a empresa. Ao entender seu público, planejar todas as suas ações, ter um diferencial na campanha e coloca-la no ar, é muito importante pensar ainda no planejamento qual a possibilidade de aquilo dar errado.

Claro, analisar se as ideias concebidas são capazes de trazer lucro é muito importante, e você deve fazer. Mas, será que elas não apresentam nenhum problema, será que não menospreza certo público, ou ofende alguém? Tudo será compreendido corretamente e sem causar nenhuma repercussão negativa para a empresa? Todas estas perguntas são muito importantes de serem feitas.

Um caso dessa repercussão negativa que é bem atual são os vídeos da Empiricus, veiculados nos anúncios do YouTube, com a agora famosa Bettina. Nestes materiais há a promessa de um enriquecimento rápido e estrondoso, começando com o que eles chamam de “muito pouco”, como você pode ver no vídeo:

Casos como esse, podem manchar o nome de uma empresa e trazer grande repercussão negativa que pode ser difícil de dar a volta por cima. Por isso, sempre tenha um setor de “e se” na sua empresa. Claro, com “setor”, entenda pessoas que se preocupam em analisar esses pontos em sua empresa.

Assim, seu negócio vai aumentar suas chances de sucesso com as campanhas de marketing e tudo poderá ser feito com muito mais segurança e embasamento!

Tem alguma dúvida sobre o assunto? Qual sua maior dificuldade na hora de planejar uma campanha? Nos conte nos comentários!

Saiba mais sobre o mundo do Marketing Digital, acompanhe nosso blog e redes sociais! 😉

Compartilhe este post:
Está sentindo o cheirinho? Venha tomar um café com a gente,

Entre em contato