Podcasts: os novos criadores de conteúdo

A comunicação não para de evoluir e a quantidade de formas e meios para se conectar com pessoas e criar conteúdos é imensa. Os podcasts existem há um certo tempo, mais exatamente desde 2004, mas nos últimos anos, com novas maneiras e plataformas para ouvi-los, esse tipo de produção de conteúdo vem ganhando muitos fãs.

Apesar dos podcasts se assemelharem de certa forma com programas de rádio, eles trazem um tom um pouco mais descontraído e com uma infinidade de temas que tendem a chamar mais atenção do público.

A chegada dos streamings para ouvir os programas sem os baixar, fez com que a quantidade de pessoas que escutam podcasts crescesse e com ela a oportunidade que essa mídia significa para as marcas.

 

Os podcasts

Algumas pessoas pensam que o podcast é uma coisa muito atual, um modismo que logo passa, mas isso não é a realidade. Essa maneira de produzir conteúdos existe desde 2004 e apresentou até hoje diversas ondas de grande quantidade de acessos e também períodos com menor quantidade.

De fato, em seu início, quando era necessário que as pessoas checassem com frequência sites para ver novos conteúdos, precisavam baixar os conteúdos e só aí ouvi-los, os podcasts não tinham a abrangência de hoje.

Com esse cenário de inconstância de quantidade de público, os produtores também seguiram movimentos parecidos, resultando em algumas ondas de “podfades”, nome dado ao fim de vários podcasts em períodos próximos.

Apesar disso, esse tipo de mídia vem encarando uma nova oportunidade, com crescimento mais consistente e constante, sem grandes picos e declínios. Justamente por ser uma mídia mais portátil, que não exige que as pessoas fiquem em frente a TV ou então olhando o celular, eles apresentam uma forma do público apreciar o conteúdo de diversas maneiras e em diversas situações.

 

Mas quem é o público?

A Associação Brasileira de Podcasters (ABPOD) em parceria com a CBN fez um levantamento para traçar um perfil da audiência, os tipos de conteúdo e os motivos que fazem com que as pessoas escolham por esse formato.

Com mais de 22 mil respostas, a pesquisa mostra que 81,4% dos ouvintes são homens e que 31,4% do total estão na faixa de 30 a 39 anos. São Paulo aparece como estado mais adepto do formato no Brasil, somando 36,6% dos ouvintes, sendo seguido pelo Rio de Janeiro com 10,8%, Minas Gerais, 8% e Paraná com 7%.

A maioria dos acessos a esse tipo de conteúdo acontece por meio de smartphones, somando 92,1% dos ouvintes usando o device.

A liberdade de escolher quando ouvir, o que ouvir e como ouvir faz com que o podcast, apesar de ainda ser uma mídia de nicho, apresente um crescimento contínuo. Essa propagação da mídia representa também uma bela oportunidade para as empresas que querem aproveitar espaços de publicidade pouco explorados.

 

A oportunidade

Justamente pelo crescimento contínuo, a popularização da mídia no Brasil e a incrível quantidade de possibilidades que os podcasts apresentam é que eles se traduzem em uma ótima oportunidade de divulgação para as marcas.

Se sua empresa pretende explorar meios que ainda são pouco explorados e que atingem seu público de uma maneira diferenciada, certamente os podcasts são ótimas opções.

A beleza desse formato de mídia, é justamente por ser diferente de rádios, TVs ou outras mídias tradicionais. Aqui existem diversos podcasters que abordam uma gama gigante de assuntos que podem inclusive ter abordagens diferentes!

Esse cenário de múltiplas oportunidades faz com que esse formato possa se adaptar ao que as empresas desejam. Se um determinado assunto interage com sua marca de uma melhor forma, ou então um certo produtor de conteúdo se relaciona melhor com sua empresa, tudo isso pode ser utilizado a favor de seu empreendimento.

Muitos dos ouvintes desse tipo de mídia são fiéis aos podcasters que ouvem, o que cria uma relação de confiança no que esses comunicadores falam. Se sua marca estiver inserida em determinado canal de podcast, isso faz com que a confiança que o público tem naquela pessoa seja transmitida de certa forma para sua marca.

 

As pessoas procuram por conteúdos que as represente, que sejam do seu interesse. Se uma marca se insere em um desses canais que já aborda algo que chama a atenção do público, há uma enorme chance de que essas pessoas procurem também pela empresa.

Por mais que a mídia seja segmentada e com um público reduzido em comparação a outras, se colocar onde a concorrência não está e com o poder de segmentar e escolher onde e como serão colocadas suas estratégias de comunicação é uma ótima oportunidade para sua empresa.

 

Você é um podcast lover ou acabou de conhecer? Nos conte nos comentários!

 

Quer saber mais sobre o mundo do Marketing Digital? Continue acompanhando o blog e nos siga também nas redes sociais! 😉

Compartilhe este post:
Está sentindo o cheirinho? Venha tomar um café com a gente,

Entre em contato