A importância da empatia no Marketing

Quando se trata de estratégias de marketing será que apenas a técnica é o bastante para obter o sucesso?

Hoje não basta ter um planejamento impecável, uma execução excelente e equipe focada, é preciso entender o cliente. Para compreender de fato seu consumidor é necessário ir a fundo na pesquisa e em diversas outras estratégias que podem auxiliar no processo.

Definir um público-alvo é o básico e hoje existe a necessidade de fazer muito mais. Isso porquê as informações obtidas com a definição do público são muito rasas. Como já falamos anteriormente, pensar sobre os clientes ideais para seu negócio, os transformando em personas, é essencial para que a comunicação seja mais efetiva e assertiva.

Mas você precisa lembrar que nada disso funcionará se sua marca não tiver o mais importante: a empatia com os consumidores.

Empatia é conseguir se colocar no lugar de outra pessoa. Não apenas pensando como ela pensa, mas também pensando o que ela pensa.

Ser empático com seu cliente significa entender quais são seus desejos, compreendendo emocional, comportamental e cognitivamente seus objetivos. Nesse momento você não pode pensar com seus ideais ou visões, é necessário se colocar na posição da pessoa, como se estivesse vivendo sob a pele dela e analisando sob aquela perspectiva.

Tudo isso pode parecer complexo e talvez você não esteja nem vendo a real importância disso tudo. Mas veja: o marketing precisa identificar os desejos e vontades do público para que seu serviço tenha mais atenção com base nessas informações.

Então, se sua empresa precisa entender o cliente, não tem maneira melhor de fazer isso do que se colocando no lugar dele e tendo a empatia necessária!

Separamos alguns passos para que sua visão seja trabalhada de maneira empática para oferecer aos consumidores o que eles desejam e para que sua empresa obtenha mais sucesso. Veja:

 

#1 – Conheça sua empresa

Como primeiro passo sua empresa deve estabelecer um objetivo principal. Analise e compreenda o que seu negócio faz, quais são as soluções que ele oferece para o público e qual é o objetivo pelo qual sua empresa norteia o trabalho.

É preciso entender seu negócio segundo seu cliente. Sua empresa não deve vender apenas produtos ou serviços, ela deve vender soluções úteis e que farão de fato a diferença na vida do consumidor. Pense que o que sua empresa oferta deve oferecer uma solução muito melhor para um problema.

 

#2 – Conheça seu cliente a fundo

OK, a definição de seu público-alvo já traz algumas informações que ajudam a centrar a comunicação. Mas como dissemos acima, sua empresa precisa entender a fundo seu cliente. Desenvolva características que deem vida ao seu consumidor, itens que irão facilitar de fato a conversa com ele.

Para fazer tudo isso, é interessante realizar uma pesquisa de público para entender melhor com quem sua marca está tentando falar. Conheça seu público, converse com ele, aplique pesquisas que vão fazer com que seu modo de ver essas pessoas seja de fato mais aprofundado.

Depois disso, crie personas para o seu negócio fará com que você entenda melhor quem é seu consumidor ideal, como ele pensa, do que ele gosta, o que ele ouve, lê, se interessa e diversas outras informações.

Para tornar o processo criativo dessas personas mais fácil, saiba o que é importante entender da persona do seu negócio. Quais são as redes sociais que seu cliente ideal mais usa? No que essa pessoa trabalha? Ela usa uma linguagem mais séria ou descontraída? O que ela gostaria de saber mais sobre seu negócio? Quais são as dificuldades que ela encontra?

Fazer todas essas perguntas ajudará sua empresa a ter um norte muito mais assertivo para seguir. É importante dar um nome, idade, estado civil e informações de poder aquisitivo de acordo com a definição do público-alvo.

Com os dados descobertos, seu negócio possui muitas formas para trabalhar o marketing. Mas lembre-se: é necessário fazer mais do que só conhecer suas personas, seu negócio deve enxergar a vida sob a perspectiva dessas pessoas.

Percebe como utilizar o termo pessoa já deixa seu cliente mais próximo de você? Muito mais do que compradores, os consumidores são indivíduos. E é preciso entende-los como seres para que a comunicação seja efetiva.

 

#3 – Utilize a empatia em todos os aspectos do seu negócio

Além de otimizar as estratégias de marketing de sua empresa, praticar a empatia na sua empresa ajudará a evitar problemas com a comunicação.

Ter empatia com o público também envolve tomar o cuidado para que o marketing não cause problemas para sua empresa. É preciso pensar e analisar as estratégias com cuidado e atenção, sempre pensando se ela pode ser considerada ofensiva.

Hoje os consumidores estão buscando cada vez mais empresas e marcas com as quais eles se identifiquem e concordem com os ideais. E neste mesmo cenário vemos empresas que ainda não compreenderam a importância de ter uma estratégia empática e acabam gerando muito buzz negativo para seus negócios.

A campanha lançada pela Skol no carnaval de 2015, onde houveram diversos mobiliários urbanos com frases como “Esqueci o ‘não’ em casa”, causou muitas discussões. Essa falta de pensamento empático e estratégico para analisar a comunicação gerou para marca diversas polêmicas e rejeição do público. Ainda no mesmo ano, poucos dias depois, a marca de cerveja decidiu mudar os cartazes após se retratar. Essa mudança apesar de ter o papel de solução para a crise, não apaga tudo que aconteceu devido à falta de empatia da marca.

Campanha Skol Carnaval 2015 - A importância da empatia no Marketing | Agência 904

Como exemplo de marca que sempre utiliza a empatia no marketing, podemos citar a Dove. Ao longo dos anos a marca vem realizando cada vez mais campanhas incentivando o amor próprio, conhecendo suas clientes, suas personas e desenvolvendo estratégias de comunicação extremamente eficazes.

Com campanhas como “Escolha bonita” e “Retratos da beleza real” a Dove já alcançou um espaço no mercado como marca que se comunica de maneira eficaz e com empatia. Essas campanhas alcançam muita mídia espontânea de seu público por tocarem no que é necessário, inclusive conquistando prêmios como Cannes.

Em 2014, a Dove desenvolveu a campanha “Adesivos Dove | A beleza é um estado da mente”, onde mostrou um experimento com diversas mulheres. O vídeo conta com muita empatia e consegue se lançar no principal objetivo da marca: se comunicar com seu público eficientemente. Veja:

Com essa campanha, a marca continuou a firmar seu posicionamento. Para qualquer negócio possuir um posicionamento claro é essencial, isso ajudará inclusive que sua marca consiga aplicar a empatia de maneira mais fácil e verdadeira.

Pensar com empatia suas estratégias de marketing otimizará a comunicação com seu público, evitando casos negativos e sempre incentivando sua marca a crescer cada vez mais, causando conforto nas pessoas e gerando soluções para seu negócio.

 

Conhecer profundamente seu negócio, suas personas e aprender a aplicar a empatia no marketing, fará com que sua empresa tenha mais sucesso.

As estratégias de Marketing Digital precisam ter essa sensibilidade desde seu planejamento até a execução. Ao tratar os clientes de maneira empática e entendendo o que eles precisam, sua empresa chamará atenção das pessoas pelas razões certas.

 

O que sua empresa faz para aplicar a empatia nas estratégias? Conte para a gente nos comentários.

Saiba mais sobre o mundo do Marketing Digital, acompanhe nosso blog e redes sociais.

 

Compartilhe essa publicação! 😉

Compartilhe este post:
Está sentindo o cheirinho? Venha tomar um café com a gente,

Entre em contato