Mudanças na geração de conteúdo para redes sociais

A cada dia, mais pessoas utilizam as Redes Sociais. No relatório Digital in 2018, publicado pela Hootsuite e We Are Social, é possível ver que cerca de 42% da população mundial já se encontra ativa nas redes, totalizando 3,2 bilhões de pessoas. A mudança na produção de conteúdo nestes meios se dá não somente pelo aumento de usuários, mas também pela alteração de público e da exigência pela qualidade.

Vivemos em uma era onde o Marketing Digital ganha cada vez mais força, e o que precisa ser analisado hoje não são apenas os velhos 4 Ps do Mix de Marketing, onde se encontram o preço, praça, produto e promoção. Agora, novos quatro elementos precisam ser levados em conta, como as pessoas, onde se analisa também quem está envolvido no processo de produção, a produtividade da equipe com a qualidade do produto, a palpabilidade que se relaciona com a percepção do cliente e o processo de produção em si.

Os consumidores não se importam apenas com o produto, mas também com todos os detalhes que o envolvem. Comprar de marcas que possuam os mesmos ideais do usuário e que se posicionem de maneira parecida com o cliente, se tornou fundamental para a maioria do público comprador.

Assim como o nível de exigência mudou em relação à qualidade dos produtos e ao processo que a marca adota desde sua produção, a comunicação com os usuários também mudou. Os clientes estão querendo cada vez mais se enxergar nas marcas, dar suas opiniões e serem ouvidos, e a tolerância com erros, mesmo que pequenos, diminuiu. Por isto, é de extrema importância que as marcas que querem ser vistas no mercado, saibam se posicionar e gerar conteúdos relevantes e condizentes com seus clientes.

Aqui estão algumas dicas de itens que precisam da atenção das empresas:

 

Conteúdo gerado pelo usuário

                  Com um público mais disposto a colaborar com a produção de conteúdo, e buscando se sentir parte das marcas, é necessário abrir este espaço para eles. Utilizar conteúdos produzidos pelos consumidores, além de criar empatia entre marca e público, ainda pode ser uma forma de economizar na produção de conteúdo.

 

Crescimento de conteúdo efêmero

                  Enquanto antes o conteúdo possuía um caráter mais estático, hoje os consumidores estão cada vez mais atentos e engajados à conteúdos efêmeros. Os stories vieram para ficar, e segundo o Instagram, 300 milhões de usuários da rede postam stories diariamente.

Este tipo de conteúdo, fica no ar apenas 24h, o que causa uma sensação de imediatismo e urgência no público, um fenômeno chamado de Fear Of Missing Out (no português, medo de perder), os mantêm conectados nas novidades.

 

A utilização do mobile

                  Segundo o IBGE, já no ano de 2016, 80,4% dos domicílios com acesso à internet utilizam o celular para navegar, superando até mesmo o uso de desktop. O crescimento do uso de dispositivos mobiles é visível, e se adaptar a essa mudança é essencial para que as empresas continuem a ser visualizadas pelos seus clientes. Se preparar para esta exigência do público não é apenas uma opção, mas sim uma demanda neste momento de Marketing Digital.

É preciso, além de pensar em formas de se colocar no mobile, também focar na experiência do usuário, pensando no tempo de carregamento da página, navegabilidade e presença de conteúdos relevantes.

 

Chatbots

                  A empresa Gartner, prevê que até o final do ano de 2018, mais de 20% do conteúdo gerado no mercado empresarial será por meio de máquinas. Prontas para atender o consumidor, estes bots oferecem a possibilidade de um atendimento rápido, a qualquer hora e ainda conta com traços de linguagem humanizada, facilitando ainda mais o contato com os usuários.

Com respostas mais rápidas, os consumidores se tornam mais satisfeitos, e para a empresa é possível otimizar o tempo, e também o processo de redirecionamento do público realmente interessado na compra, ou em informações.

 

Conteúdo audiovisual cada vez maior

                  A produção de vídeos na internet atualmente está saturada, o que faz com que as empresas precisem se esforçar em pensar fora da caixa, para que o conteúdo produzido por elas seja de fato relevante para seu público-alvo e as coloque em destaque. Segundo a Rede Social Instagram, no ano de 2016, já se formavam mais de 95 milhões de fotos e vídeos todos os dias.

Criar novas maneiras de produzir, filmar e editar os vídeos é fundamental para que os usuários tenham maior visualização da marca e criem afinidade.

 

Influenciadores digitais

                  Não se pode hoje, negar a importância de influenciadores digitais no meio de produção de conteúdo. Segundo o site do Marketing de Conteúdo, já existem mais de 60 mil influenciadores digitais espalhados pelo mundo e eles se encontram em diversas áreas, abordando desde temas mais políticos até temas como beleza.

Os influenciadores podem ser uma grande estratégia de produção de conteúdo, chamando muita atenção do público e dando visibilidade para a marca.

 

As mudanças nas formas de produzir conteúdo são muitas, e estão apenas crescendo. O conteúdo online tende a ser cada vez maior, e acompanhar tendências e manter sua marca em evidência é essencial. As estratégias são numerosas e é necessária uma análise aprofundada de que estratégias podem refletir melhor no seu negócio. Por isto, a contratação de especialistas, como algumas agências de publicidade em Curitiba, se faz essencial para o sucesso do investimento.

Compartilhe este post:
Está sentindo o cheirinho? Venha tomar um café com a gente,

Entre em contato